Segunda-feira
17 de Junho de 2024 - 

Consulte Os Seus Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Quem Somos

Confira a pauta de julgamentos do STF desta quinta-feira (23)

O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) prossegue na tarde desta quinta-feira (23) com o julgamento da ação contra a adoção de práticas de desqualificação das vítimas de crimes sexuais, como questionamentos sobre vida pregressa na apuração e julgamento desses crimes contra dignidade sexual (entenda). A relatora, ministra Cármen Lúcia, votou para impedir esse tipo de prática. Agora os demais ministros apresentarão seus votos.Também está pautada, exclusivamente para leitura do relatório e realização das sustentações orais, a ação que questiona a ratificação pelo Brasil de tratado sobre o sequestro internacional de crianças. O início da votação e do julgamento será marcado posteriormente. A pauta traz ainda ações remanescentes da sessão passada (22/5).Confira, abaixo, a lista de todos os processos pautados:Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 1107Relatora: ministra Cármen LúciaProcuradoria-Geral da República x Presidente da República e Congresso NacionalA PGR pede que a Corte proíba práticas que desqualifiquem a mulher durante a apuração e o julgamento de crimes contra a sua dignidade sexual e impeça questionamentos sobre a vida sexual pregressa da vítima e seu modo de vida. Saiba mais aqui.Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4245Relator: ministro Luís Roberto BarrosoAutor: Democratas (DEM)Interessados: Congresso Nacional e Presidente da RepúblicaA ação questiona os decretos legislativo e presidencial que ratificaram e promulgaram a adesão do Brasil à Convenção de Haia sobre os Aspectos Civis do Sequestro Internacional de Crianças. O partido alega que o tratado tem recebido interpretações equivocadas a respeito dos procedimentos a serem adotados para garantir o retorno de crianças e adolescentes levados de seus países, sem consentimento dos pais ou de um deles. Saiba mais aqui.Recurso Extraordinário (RE) 646104 - Repercussão geral (Tema 488)Relator: ministro Dias ToffoliSindicato da Micro e Pequena Indústria do Tipo Artesanal (Simpi) do Estado de SP x Sindicato da Indústria de Instalações Elétricas, Gás Hidráulicas e Sanitárias do Estado de SP (Sindinstalação)O recurso questiona decisão do TST que entendeu que o Simpi não representa uma categoria econômica e, portanto, não tem o direito de receber a contribuição sindical. Saiba mais aqui. Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4395Relator: ministro Gilmar MendesAssociação Brasileira de Frigoríficos x Presidente da República e Congresso NacionalA ação questiona norma que exige do empregador rural pessoa física o pagamento da contribuição previdenciária sobre a receita bruta proveniente da comercialização de seus produtos, em substituição à contribuição sobre a folha de salário de seus empregados. Saiba mais aqui. Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 7580 - Referendo na medida cautelarRelator: ministro Gilmar MendesPartido Comunista do Brasil (PCdoB) x Presidente da República e Congresso NacionalA sigla pede que o STF fixe interpretação que assegure a não intervenção do Judiciário em questões internas das entidades esportivas. A ação foi ajuizada contra decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) que destituiu o presidente da CBF e designou um interventor para gerir a entidade. A decisão foi suspensa por medida cautelar do ministro Gilmar Mendes. Saiba mais aqui. Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 982 - Agravo RegimentalRelator: ministro Flávio DinoAssociação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) x Tribunal de Justiça do ParanáAgravo regimental contra decisão que não admitiu ação sobre penas aplicadas por tribunais de contas estaduais a prefeitos que atuam como ordenadores de despesas. Saiba mais aqui. Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5254Relator: ministro Roberto BarrosoProcuradoria Geral da República x Governador e Assembleia Legislativa do ParáA PGR questiona leis que conferem autonomia administrativa e financeira aos Ministérios Públicos de Contas do Pará e dos Municípios do Pará. Saiba mais aqui.
23/05/2024 (00:00)
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.