Terça-feira
31 de Janeiro de 2023 - 

Consulte Os Seus Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Laboratório de Inovação do TJCE premia colaboradora e apresenta iniciativas na área de Inteligência Artificial

O Laboratório de Inovação do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), instalado este ano com o objetivo de promover engajamento de ideias e criar soluções que propiciem eficiência na prestação de serviços judiciários, utilizando, inclusive, Inteligência Artificial, reuniu magistrados e servidores nesta segunda-feira (05/12), no Fórum Clóvis Beviláqua, para solenidade híbrida de premiação do concurso que deu nome à unidade, que agora se chama “LabLuz”. A vencedora foi a colaboradora Mirlene Fernandes de Barros, lotada na 1ª Vara de Família e Sucessões de Caucaia, que recebeu um Kindle 10G, das mãos da presidente do TJCE, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, que destacou a importância de iniciativas que promovem integração para o aprimoramento das atividades judiciais: “O Laboratório de Inovação proporciona oportunidades às mentes brilhantes e pensantes. O próprio nome escolhido, LabLuz, agrega e soma, pois essa palavra luz traz uma denominação de incentivo e clareza. A iniciativa vem para proporcionar a inovação de ideias no Judiciário cearense”. O concurso foi aberto a servidores e ao público em geral, que participaram de todo o país, registrando 159 inscrições. A comissão julgadora premiou os cinco primeiros colocados. Além de Mirlene Fernandes, foram agraciados José Valdeclécio Ferreira Cruz, assistente de unidade judiciária de Iguatu; Bruno Rodrigues de Souza, técnico judiciário de Juazeiro Do Norte; Jaqueline Martins Silva, servidora do TJ de Goiás; e Luanda Santos, servidora do Tribunal de Justiça do Maranhão. Inovações que aceleram as rotinas de trabalho do Judiciário foram apresentadas durante o encontro O coordenador do LabLuz, Welkey Costa, fez uma apresentação sobre o trabalho desenvolvido por sua equipe e colaboradores: “Completamos seis meses de funcionamento do Labluz. Durante esse tempo, aprendemos muita coisa. E estamos aqui hoje para dar visibilidade a tudo o que foi feito ao longo desses meses. É a nossa primeira amostra de soluções, de problemas pontuais que resolvemos para unidades do Judiciário. Vamos aproveitar a ocasião para abrir o cardápio das ações e atividades do laboratório”. Durante o encontro, foram apresentadas várias soluções, como os Robôs de Atendimento, que agilizam pedidos de informações enviadas por aplicativos de mensagens; a Automação de Decisões, que padroniza processos de produção de sentenças homologadas pela Justiça; e a Simplificação de Atos, para aproximar o Judiciário do público, entre outras inovações. Mirlene Fernandes, da Comarca de Caucaia, recebeu um Kindle entregue pela presidente do TJCE A colaboradora Mirlene Freitas, que deu nome ao laboratório, agradeceu a oportunidade e falou sobre a sua participação no concurso. “Eu vi o anúncio pelo site do Tribunal de Justiça e percebi que era uma iniciativa boa para um laboratório que é tão importante para nosso Estado. O nome é uma homenagem ao Ceará, que é a Terra da Luz. Ele chega com a finalidade de trazer a tecnologia e aplicabilidade, aproximando a população do Judiciário cearense, abrindo um leque para inovações”. Também participaram do evento o juiz Ângelo Bianco Vettorazzi, supervisor do LabLuz; o juiz auxiliar da Presidência do TJCE, Emílio de Medeiros Viana; o titular da Secretaria Judiciária de 2º Grau (Sejud), Daniel Teles; e o secretário de Gestão de Pessoas (SGP), Felipe Mourão. O LabLuz O Laboratório de Inovação do TJCE – LabLuz – faz parte das ações do Programa de Modernização do Judiciário (Promojud), que direciona esforços e recursos para projetos voltados para mudanças estruturais na prestação de serviços do Judiciário cearense, com foco nos avanços tecnológicos. O LabLuz é um espaço de aceleração de ideias que reúne pessoas comprometidas em buscar soluções inovadoras para enfrentar os desafios impostos ao Judiciário em um mundo de constantes mudanças. As iniciativas podem contribuir para desburocratização, melhoria dos processos e economia de recursos.
05/12/2022 (00:00)
© 2023 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.